Como Tirar Segunda Via da Carteira de Trabalho Perdida

Segunda Via da Carteira de Trabalho, saiba como tirar a segunda via da sua carteira de trabalho, veja os documentos necessários para retirar o documento.

Saiba como Segunda Via da Carteira de Trabalho

Às vezes acontece de perdermos ou danificar algum objeto, porém é desesperador se dar conta que ocorreu algum imprevisto com a carteira de trabalho, afinal, é um documento que comprova os anos trabalhados, e assim garante seu registro nas empresas que já trabalhou, porém é possível retirar uma segunda via da mesma.

Antes de qualquer atitude deve-se certificar que realmente ocorreu algum problema com este documento, sim é um documento tão importante quanto os conhecidos RG e CPF, acontece que muitas pessoas acreditam que não se trata de um documento. Portanto as providências que se deve tomar são previamente organizadas pelo Ministério do Trabalho.

Quando é possível Segunda Via da Carteira de Trabalho?

Os casos que dão o direito são quando for furtado, roubado ou extraviado o documento, deve-se retirar o Boletim de Ocorrência em uma delegacia, pois este documento será necessário, pois libera a possibilidade de retirar a segunda via.

Quando perdeu, ou mesmo quando a carteira estiver completa e não comporta mais registros ou então está rasurada, nestes casos deve-se apresentar a original.

Qual procedimento a realizar para requerer a Segunda Via da Carteira de Trabalho?

Ir aos postos da prefeitura que realizam a retirada da carteira de trabalho, conhecido como Tudo Fácil e Poupa Tempo, Superintendências Regionais do Trabalho, Subdelegacias Regionais do Trabalho e nas Prefeituras, munidos do número do PIS (caso não possua poderá realizar a pesquisa no Ministério do Trabalho), a série e a UF da expedição da carteira original.

Extrato do PIS ou FGTS, ficha de registro do empregado e termo de registro de rescisão de contrato, sempre ir ao Ministério do Trabalho quando não tiver informações necessárias e pode-se obter o extrato na Caixa econômica Federal.

O Registro Geral de Identificação (RG), Comprovante de Pessoa Física (CPF), Comprovante de Residência (conta de água, luz), uma foto 3×4 recente.

O ideal é sempre ter uma pasta em que possa colocar todos os documentos que não utilizam com frequência, como a própria carteira de trabalho, este tipo de organização é necessária e ideal, pois sempre iremos precisar destes documentos em algum momento da vida, evitar transtornos é um passo, porém incidentes acontecem.

Seja o primeiro a comentar em Imposto de Renda Retido na Fonte Como Calcular Corretamente

Deixe seu comentário: